Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escola de Atenas

Um Blog informativo

Escola de Atenas

Um Blog informativo

Parceiros

Classificados X

O Classificados X é um site de acompanhantes e anúncios de convívio entre adultos.


Atenção: Site com conteúdos adultos, exclusivo para maiores de 18 anos.


Visitar site: Classificados X

03.Out.16

Tudo sobre o Calendário Gregoriano

Foi o papa Gregório XIII (1572-1585) quem estabeleceu o calendário gregoriano, corria o ano de 1582. Na altura vigorava o calendário juliano, obra do ditador romano Júlio César. Com a mudança, o dia 4 de outubro passou imediatamente para o dia 15 e não para o 5. Ou seja, o calendário do papa eliminou 11 dias.

 

Papa Gregório XIII

 

No Concílio de Trento (1545) os cardeais resolveram reformar o calendário. O líder do movimento era o próprio papa Gregório XIII, que após analisar décadas de estudos e cálculos efetuado por matemáticos instituiu o novo calendário, através da agora famosa bula "Inter gravissimas". Esta alteração teve como consequência que do dia 4 de outubro de 1582 se passou logo para o dia 15. Os dias entre o 5 e 14 de outubro de 1582, portanto, não existem nos anais da história europeia.

 

Calendário

 

O objetivo da mudança era acertar factos importantes da vida social dos europeus (agricultura, datas religiosas, etc.) com a órbita da Terra em torno do Sol. Com o calendário juliano, por exemplo, os equinócios e solstícios nunca aconteciam em dias certos de um ano para o outro. Com o calendário gregoriano, os anos também passaram a começar em janeiro e a terminar em dezembro.

 

Sol e Terra

 

Países muito católicos que estavam sob a autoridade do pontífice, como a Itália, Espanha ou Portugal, adotaram a mudança sem demoras. Em França demorou um pouco mais, só em dezembro o rei Henrique III aceitou a alteração. Os países protestantes, que não aceitavam a liderança de Gregório XIII no Cristianismo, demoraram muito mais tempo a aceitar o novo calendário. Alemanha e Holanda só adotaram a nova contabilidade dos dias no ano 1700 e a Inglaterra só aceitou a vontade do pontífice em 1752. Grécia em 1923 e Turquia em 1926 foram as últimas nações a submeter-se ao calendário gregoriano.

 

Portugal católico

 

O calendário juliano continua em vigor nas regiões cristãs ortodoxas, propositadamente para assinalarem as datas religiosas em dias distintos dos católicos. Nessas áreas, Júlio César ainda reina.

 

Júlio César

 

Deixamos abaixo um vídeo que explica porque o calendário juliano teve de ser abolido para dar lugar ao calendário gregoriano.