Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escola de Atenas

Um Blog informativo

Escola de Atenas

Um Blog informativo

Parceiros

Classificados X

O Classificados X é um site de acompanhantes e anúncios de convívio entre adultos.


Atenção: Site com conteúdos adultos, exclusivo para maiores de 18 anos.


Visitar site: Classificados X

29.Mai.16

História da Chamusca

De início integrada no termo de Santarém (no censo de 1527 a aldeia da Chamusca tinha 156 habitantes), a Chamusca foi, em 1561, elevada a vila, juntamente com Ulme, e a sede de concelho, por alvará concedido durante a regência de D. Catarina, avó de D. Sebastião.

 

Chamusca

 

De meados do século XV até à Restauração, a vila pertenceu à Casa dos Silvas, cujo leão púrpura conserva ainda no brasão de armas. A partir de 1643, passou a integrar o património da Casa das Rainhas, tendo-se mantido nesta situação até inícios do século XIX. Os vinhos produzidos nas terras da Rainha eram muito apreciados na corte, tanto que, quando o Marquês de Pombal mandou arrancar as vinhas do Ribatejo, as da Chamusca foram poupadas.

 

Conta-se que num prédio contíguo aos Paços do Concelho esteve escondido Passos Manuel, antes de partir rumo à cidade do Porto para organizar a Junta. E numa casa particular da vila habitou, durante algum tempo, o infante D. Carlos de Bourbon, depois de ter sido expulso de Espanha.

 

Chamusca teve barcas de passagem em diversos portos ao longo do rio Tejo, dos quais ainda subsiste a que liga o Arripiado a Tancos. Todavia, a principal ligação entre as duas margens é assegurada pela ponte da Chamusca, construída por iniciativa de um chamusquense, nos primeiros anos do século passado.