Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escola de Atenas

Um Blog informativo

Escola de Atenas

Um Blog informativo

08.Set.16

Ponte Romana das Taipas

A ponte das Taipas, sobre o rio Ave, fazia parte da antiga estrada romana que ligava Braga a Guimarães. É uma construção fora do comum, assente em 33 pilares estreitos e baixos construídos em pedra granítica. O pavimento é constituído por silhares compridos, também em granito, dispostos paralelamente de pilar a pilar. Está classificada como monumento nacional desde 1926.

 

Ponte Romana das Taipas

08.Set.16

Ruínas Romanas de Tróia

As ruínas romanas de Tróia encontram-se classificadas como monumento nacional. Trata-se de um aglomerado construído em função da atividade conserveira, com inúmeros vestígios de cetárias, além do equipamento urbano característico dos povoados luso-romanos: habitações, termas, necrópole, entre outros. O complexo arqueológico localiza-se no concelho de Grândola.

 

Ruínas Romanas de Tróia

08.Set.16

Paço de Melo

Próximo da igreja da Misericórdia situa-se o Paço de Melo, uma construção que conjuga elementos típicos de várias épocas. Imóvel de interesse público desde 1978, atualmente o que se pode ver é um conjunto de disposição horizontal, composto pelo muro da cerca, capela do Senhor do Calvário, ruínas do edifício do Paço e torre. Situa-se no concelho de Gouveia.

 

Paço de Melo

08.Set.16

Casa da Torre em Gouveia

Situada no centro histórico de Gouveia, a Casa da Torre está classificada como monumento nacional por decreto de 1928. A sua data de construção remonta ao século XVI, vindo a pertencer, posteriormente, aos marqueses de Gouveia. De arquitetura manuelina, é composta por três pisos e janela com inscrições em letra gótica. Em 1990/1991, o edifício sofreu obras de reparação.

 

Casa da Torre em Gouveia

08.Set.16

Castelo de Folgosinho

Situado no topo de uma colina, o castelo defendia o acesso à região do Alto Mondego. Terá sido, provavelmente, construído em 1183, sobre as ruínas de um castro lusitano, por D. Sancho I. No início do século XX ainda existiam vestígios do castelo pelo que, por iniciativa da Junta de Freguesia, em 1938-1939, o castelo foi construído de novo. Hoje em dia, o que vemos é uma construção novecentista revivalista, sem incorporação de elementos originais. Foi decretado imóvel de interesse público em 1936. Localiza-se no concelho de Gouveia.

 

Castelo de Folgosinho

loading...